Aplicativos  /  WorkbenchSuite™

Aplicativos  /  WorkbenchSuite™ 2017-03-24T12:46:45+00:00

WorkbenchSuite™

Uma família de aplicativos de estação de trabalho para revisão assistida, análise, reparo e processamento de imagens biométricas e transações

O WorkbenchSuite é uma família de aplicativos de estação de trabalho .NET (disponíveis individualmente) projetados para serem usados para analisar e reparar ou, em caso contrário, processar registros digitais que contenham dados e imagens biométricas. Cada aplicativo é orientado para aplicações específicas e implementa um fluxo de trabalho projetado de forma a ajudar analistas a realizarem suas tarefas de maneira otimizada.

Aplicativos

  • Reconhecimento de impressão digital
  • Reconhecimento facial
  • Serviços automatizados de identificação de impressões digitais (AFIS)
  • Serviços automatizados de identificação biométrica (ABIS)
  • Gerenciamento de fronteiras
  • Defesa e inteligência
ForensicWorkbench Análise manual assistida e criação de registros biométricos dentro das normas
SequenceWorkbench Análise e correção de cadastros biométricos de impressão digital que contêm erros de sequência
CrosslinkWorkbench Análise e reparo de registros biométricos que contêm links cruzados
FaceWorkbench Análise e processamento de candidatos resultantes de uma pesquisa biométrica facial

SequenceWorkbench™

Um aplicativo de estação de trabalho para reparar erros na sequência de impressões digitais

O SequenceWorkbench é um aplicativo de software desenvolvido para que um analista possa identificar e reparar erros na sequência dos registros de impressões digitais. O SequenceWorkbench exibirá e analisará as impressões digitais em uma transação (Tipo 4 e Tipo 14) e relatará erros sequenciais ao operador.

Fluxo de trabalho e telas do SequenceWorkbench

swb-workflow

Aplicativos

  • Reconhecimento de impressão digital
  • Serviços automatizados de identificação de impressões digitais (AFIS)
  • Gerenciamento de fronteiras
  • Defesa e inteligência
  • Aplicação da lei

Ele permite que o operador:

  • Trabalhe com imagens de impressão digital de Tipo 4 e Tipo 14
  • Edite imagens individuais de impressão digital (apagar, girar, ajustar o brilho e contraste)
  • Compare imagens de impressão digital (incluindo zoom e panorâmica)
  • Remova imagens individuais de impressão digital
  • Gere imagens individuais de impressão digital a partir de imagens  de digitais batidas e individuais planas. Reatribua valores de posição dos dedos
  •  Classificar dedos faltantesAdicione notas ao campo de advertência (2.399)
  • Processe uma série de transações localizadas em um diretório

Tela Input (Entrada)

Usando a tela Input (Entrada), o usuário envia se deseja processar uma única transação ou um diretório de transações (processamento em lote). Os erros ou avisos encontrados na leitura da transação serão informados.

Input

Tela Inspect (Inspecionar)

A tela Inspect (Inspecionar) fornece uma exibição original das imagens durante transações em um layout de ficha datiloscópica. Ela permite que o usuário remova as imagens de polegares e batidas. Essa tela também mostra a segmentação de imagens batidas. O usuário pode ajustar ou redefinir as caixas de segmentação.

Inspect Screen

Tela Edit (Editar)

Um usuário pode usar a tela Edit (Editar) para apagar, girar, recortar, ajustar brilho e contraste de imagens de impressão digital, antes de elas serem analisadas. O programa pode ser configurado para que cada imagem na transação possa ser analisada na tela Edit (Editar) antes de prosseguir para outras telas.

Edit

Telas Analyse (Analisar) e Repair (Reparar)

Os resultados da verificação de sequência são mostrados usando a tela Analyze (Analisar). As impressões que apresentam erros são destacadas com cores específicas. Os erros são relatados como texto em caixas de status. O usuário pode mover as impressões para posições diferentes a fim de corrigir erros sequenciais. Ele também pode remover as impressões (colocando-as na bandeja) ou realizar operações em lote, como trocar dedos planos, batidos ou rolados. Clicar duas vezes em uma imagem permite a navegação para comparar as telas e, consequentemente, o usuário poderá realizar comparações individuais entre a imagem selecionada e a imagem simples correspondente.

Analyze and Repair

Tela Compare (Comparar)

O usuário pode usar a tela Compare (Comparar) para exibir duas impressões simultaneamente. As impressões podem ser exibidas no modo Sync (Sincronizar), onde a imagem rolada será exibida à esquerda e a imagem plana correspondente será mostrada à direita. O modo Sync (Sincronizar) pode ser desabilitado e cada impressão pode ser visualizada contra qualquer outra impressão. Além disso, um usuário pode substituir uma impressão rolada pela impressão simples correspondente nesta tela. Se houver um erro de sequência na impressão que está sendo analisada no momento, o usuário poderá optar por ignorar o erro e inserir um motivo para isso. O motivo será inserido no campo de advertência da transação final.

Compare

Tela Finalize (Concluir)

A tela Finalize (Concluir) fornece um resumo das alterações feitas na transação e uma lista de erros que foram ignorados. Nessa tela, você também poderá adicionar as notas que aparecerão no campo de advertência.

Finalize

Tela Settings (Configurações)

A tela Settings (Configurações) permite que o usuário defina diversas opções para programar exibições e configurações. Botões Reset (Redefinir) para redefinir as configurações iniciais quanto aos limites de pontuação de sequenciamento.

Settings

ForensicWorkbench

Aplicativo de software para categorização assistida, processamento e formatação de informações biométricas

O Forensic Workbench é um aplicativo de software que utiliza vários SDKs Aware para categorização, processamento e formatação compatível com padrões de imagens biométricas e dados demográficos. A principal função do aplicativo é a fácil montagem de imagens biométricas distintas e texto em uma estrutura de dados compatível com padrão; por exemplo, ANSI/NIST-ITL 1-2011 (e anteriores), FBI EFTS e DoD EBTS.

O Forensic Workbench fornece ao operador a habilidade de organizar uma coletânea de imagens e arquivos de texto biométricos e demográficos. Os recursos básicos incluem:

  1. Categorização de dados em faces, impressões digitais, íris e documentos,
  2. Processamento de imagens de dados, faces e íris para rotular especificamente cada imagem e subimagem como facial frontal ou outro perfil e impressão digital como como o respectivo dedo original,
  3. Medição e relatórios de métricas de qualidade de imagem para cada subimagem categorizada e rotulada,
  4. Geração de um arquivo de saída compatível com ANSI/NIST-ITL (por exemplo, DOD EBTS 1.2, Interpol 4.x, FBI EFTS), e
  5. Modificação dos dados em um arquivo EBTS existente.

A primeira operação do fluxo de trabalho do aplicativo é identificar um diretório de projeto; todos os arquivos compatíveis nesse diretório são carregados. O operador pode então categorizar cada imagem (por exemplo, rotulá-la como dedo, face, íris ou documento). Após a conclusão da categorização, ocorrem operações específicas do tipo de imagem.

O Forensic Workbench pode exibir e processar imagens faciais e de impressão digital. As imagens faciais podem ser recortadas para identificar as caixas de delimitação facial. As regiões de corte podem então ser rotuladas como frontal, perfil esquerdo, perfil esquerdo a 45 graus, perfil direito e perfil direito a 45 graus. O operador pode extrair automaticamente as imagens frontais de uma imagem de entrada ou identificar manualmente um rosto usando a marcação dos centros dos olhos. Para imagens frontais, o PreFace da Aware é usado para identificar recursos faciais e assegurar conformidade com alguma especificação de entrada de face frontal. As imagens de impressão digital de entrada podem ser recortadas para identificar cada dedo (polegar direito e esquerdo, indicador, dedo médio, anelar, dedo mindinho). Cada dedo pode ser rotulado com sua respectiva origem e tipo de impressão (digitalização dinâmica, tinta, rolled, plain) e qualidade relatada (Aware QualityCheck e NFIQ). O formato de armazenamento de imagem pode ser identificado (RAW ou WSQ).

Dados demográficos também podem ser inseridos. Os campos demográficos são totalmente configuráveis de acordo com a especificação ANSI/NIST de saída. A entrada de dados demográficos é possível por meio da exibição de arquivos de imagem e de texto para revisão do operador.
Após a conclusão da categorização e do processamento dos dados, o operador pode gerar uma transação ANSI/NIST. Todos os dados são validados pelo NISTPack antes da geração do arquivo.

Aplicativos

  • Reconhecimento de impressão digital
  • Serviços automatizados de identificação de impressões digitais (AFIS)
  • Gerenciamento de fronteiras
  • Defesa e inteligência
  • Aplicação da lei
Etapa 1 – Seleção de dados. O lado esquerdo mostra os dados biométricos sem formatação, ainda à espera de processamento. O lado direito mostra os dados biométricos que o operador selecionou para processamento.

Etapa 1 – Seleção de dados. O lado esquerdo mostra os dados biométricos sem formatação, ainda à espera de processamento. O lado direito mostra os dados biométricos que o operador selecionou para processamento.

Etapa 2 – Montagem. Esse estágio permite ao operador as opções automatizada e manual de analisar e processar imagens biométricas, de modo que elas tenham o formato e a qualidade aceitáveis.

Etapa 2 – Montagem. Esse estágio permite ao operador as opções automatizada e manual de analisar e processar imagens biométricas, de modo que elas tenham o formato e a qualidade aceitáveis.

CrosslinkWorkbench

Um aplicativo de estação de trabalho para detecção, análise e reparo de erros de links cruzados biométricos

O CrosslinkWorkbench é um aplicativo que utiliza vários SDKs da Aware para auxiliar na identificação e no reparo de erros de links cruzados em transações ANSI/NIST ITL. Os links cruzados são registros biométricos que contêm dados incorretos de diferentes indivíduos. O CrosslinkWorkbench usa o conceito de “identidades atribuídas” para ajudar o usuário a reparar links cruzados. Uma identidade é definida como um agrupamento de biometrias provenientes de uma mesma pessoa. No diagrama abaixo, a transação original tem biometrias de três indivíduos diferentes. Por meio da utilização das ferramentas de comparação no CrosslinkWorkbench, o perito atribui identidades a cada biometria. Para cada modalidade (por exemplo, face, dedo, etc.), o CrosslinkWorkbench insere todas as imagens biométricas com a mesma identidade em uma única transação ao gerar a saída. Se todas as biometrias em uma transação tiverem a mesma identidade que a transação original, nada será substituído.

Veja abaixo a descrição de um fluxo de trabalho típico:

  1. Na tela Input (Entrada), defina diretórios e clique no botão Start (Iniciar)
  2. Analise as biometrias na tela Comparar
  3. Atribua biometrias provenientes do mesmo indivíduo à mesma identidade
  4. Crie identidades adicionais, se necessário (isto é, existem mais indivíduos do que transações)
  5. Em caso de biometrias de diferentes modalidades, ou imagens localizadas em diferentes transações, necessitarem serem consolidadas em uma única transação, crie uma nova transação atribuindo as modalidades biométricas necessárias.
  6. Se for necessário remover algumas imagens, atribua-as a Delete Identity (Excluir identidade)
  7. Analise as imagens de saída com a transação desejada na tela Review (Analisar).
  8. O resumo dos resultados é exibido na tela Finalize (Finalizar) em que o usuário pode clicar no botão ‘Save’ (Salvar) para gerar transações correspondentes nas pastas designadas. O arquivo de texto de resultado esperado também é gerado no diretório raiz.

Aplicativos

  • Reconhecimento de impressão digital
  • Serviços automatizados de identificação de impressões digitais (AFIS)
  • Gerenciamento de fronteiras
  • Defesa e inteligência
  • Aplicação da lei

Recursos e funcionalidade

  • Exibição das imagens dos tipos de registros Tipo 4, 7, 10, 14, 15, 16, 17 e 20 conforme aparecem nas transações
  • Exibição de todas as imagens de um único tipo na tela para que seja possível compará-las (com panorâmica e zoom).
  • Atribuição de identidades a transações e imagens para que as transações corrigidas possam ser criadas automaticamente.
  • Atribuição de destinos de saída a imagens para que imagens específicas possam aparecer em transações de saída específicas
  • Exclusão de biometrias das transações
  • Uso de identidades atribuídas e/ou destinos de saída que modificam transações existentes e criam uma nova transação a qual representa a operação de reparo de um link cruzado
  • Exibição visual dos resultados do reparo de um link cruzado
  • Criação de um relatório de texto do reparo de um link cruzado

FaceWorkbench

Um aplicativo de estação de trabalho para análise forense e processamento de resultados de pesquisa biométrica facial

A proliferação de câmeras digitais e imagens faciais tornou a biometria facial útil para investigações criminais e outras aplicações civis. Como as impressões digitais, a utilização da biometria facial precisará atender aos critérios comuns para torná-la admissível em qualquer aplicação jurídica. Nesses ambientes, o desempenho do examinador facial profissional é tão crítico como o do algoritmo facial. Processos e ferramentas de examinador, portanto, precisam ser eficientes, eficazes e defensíveis.

O FaceWorkbench é uma aplicação para a análise e processamento de candidatos retornados como resultado de uma pesquisa biométrica facial, qualquer comparação individual e para formação ou avaliação de examinador facial. O fluxo de trabalho do aplicativo facilita o envio de uma imagem facial para pesquisa ou verificação em um sistema de reconhecimento facial. O FaceWorkbench fornece uma interface de usuário e um fluxo de trabalho sistemático para permitir que um examinador verifique e processe os candidatos retornados da pesquisa.

O fluxo de trabalho emula um cliente de e-mail, com pesquisas organizadas em várias etapas de um fluxo de trabalho definido pela agência. No caso de um resultado de pesquisa ou solicitação de verificação específicos, cada candidato pode ser identificado pelo examinador como uma correspondência ou uma não correspondência. Ferramentas avançadas são fornecidas para permitir que o examinador avalie a probabilidade de haver uma correspondência entre a averiguação e cada candidato.

Por exemplo, os recursos das imagens faciais da averiguação e do candidato são localizados automaticamente e usados para alinhar as imagens (com ativação visual manual, se necessário, para alinhar melhor as imagens). Existem funções avançadas para aprimoramento de imagem, inclusive barras para deslizar o dedo, cor e outros aprimoramentos, e uma lupa sincronizada que pode ser configurada. As ferramentas de comparação permitem que as imagens sejam sobrepostas e combinadas, divididas, empilhadas e quadriculadas.

Uma característica fundamental do FaceWorkbench é sua integração das melhores práticas e diretrizes de análise facial forense aos fluxos de trabalho operacionais ou sessões de treinamento de examinador. Diretrizes como as elaboradas pelo FISWG (www.fiswg.org) ou determinadas pela agência podem ser integradas solicitando que o examinador siga as melhores práticas operacionais definidas e mantenha o controle de quais análises foram realizadas. As agências podem então perceber uma maior integração das melhores práticas no contexto de formação e operacional.

Aplicativos

  • Reconhecimento de impressão digital
  • Serviços automatizados de identificação de impressões digitais (AFIS)
  • Gerenciamento de fronteiras
  • Defesa e inteligência
  • Aplicação da lei

Recursos e funcionalidade

  • Gerenciamento de resultados de pesquisa facial
  • Análise forense e comparação de imagens faciais
  • Ferramentas avançadas de comparação e análise de imagens
    • Mesclagem ajustável
    • Barra para deslizar o dedo
    • Lupa sincronizada
    • Filtros de cor (RGB ou CMYK)
    • Luminosidade, saturação, contraste, inversão
  • Projetado por examinadores faciais para uma melhor experiência de usuário
  • Aplicativo independente que não precisa de algoritmo
  • Recursos e fluxo de trabalho de “cliente de e-mail” intuitivo
  • Melhores práticas e recursos de treinamento integrados para peritos
  • Suporte para múltiplas situações de exame
    • 1:N respostas de pesquisa
    • 1:1 de arquivos do disco e de imagens exibidas na tela
  • Foco em fluxos de trabalho intuitivos e eficientes, compatível com diretrizes operacionais específicas da agência
  • Melhores práticas da agência podem ser adaptadas, integradas e aplicadas
  • Apoio à formação de examinador com transição para ambientes operacionais
  • Geração automática de relatórios
    • Representa a qualidade e o tipo de formação de examinador
    • Documenta etapas operacionais que conduzem à conclusão
    • Documenta as melhores práticas seguidas
    • Defensibilidade melhorada das conclusões do examinador

Caixa de mensagens semelhante ao de email com tela de visualização prévia dos resultados

Envia por e-mail um fluxo de trabalho desenhado pelo cliente com uma prévia da lista de candidatos

Revisão e categorização de resultados de candidatos como “sim, não e talvez”

Análise e categorização dos candidatos do resultado como Sim, Não ou Talvez

Filtro de comparação visual para alinhamento e máscara de imagens

Auxílio para alinhamento de recurso com controle deslizante de mesclagem

Ferramenta para ampliação sincronizada de comparação de imagens com guia e revisão à norma

Examinador é guiado através de cada característica facial necessária

Desenvolvido para utilização com 2 monitores, lupas de magnificação combinadas

Projetado para uso em duas telas; lupas acopladas